Motivos que levam uma pessoa a usar aparelho ortodôntico novamente

Você já usou aparelho quando era mais jovem? Seus dentes, provavelmente, eram um pouco tortos e precisou do acessório para consertá-los. Após alguns anos, o tratamento chegou ao fim e você finalmente pôde ver seu sorriso bonito e alinhado. Só que agora vem notando um entortamento repentino na mordida. Será que precisa usar aparelho mais uma vez? Há algumas razões que levam a pessoa repetir o tratamento ortodôntico, como a falta de cuidados do próprio paciente após a retirada do acessório.

Por que usar aparelho de novo?

Manter o sorriso alinhado após a retirada do aparelho ortodôntico é um dos maiores desafios. Tem muitas pessoas que não seguem as recomendações profissionais indicadas, como o uso do aparelho móvel. Na maioria dos casos, o próprio paciente percebe uma alteração da posição final dos dentes, que é chamada de recidiva.

Essa condição ao tratamento ortodôntico ocorre devido a tendência fisiológica que os dentes têm de retornar à posição inicial logo após a remoção do aparelho ortodôntico e que envolve diversos fatores. “Isso inclui os mecanismos relativos aos periodontos de inserção e proteção, à oclusão, aos hábitos bucais inadequados, às pressões musculares e ao crescimento craniofacial”.

Essa dúvida é esclarecida após uma análise criteriosa do ortodontista. “Ele poderá escolher melhor o tipo de aparelho para a correção da recidiva, dependendo de quanta movimentação dentária será necessária para o restabelecimento da função e estética do paciente”. Hoje em dia, os profissionais do ramo contam com os chamados alinhadores. “São aparelhos removíveis, porém, de última geração, que conseguem tratar casos mais complexos, quase como os aparelhos fixos”. Tudo vai depender de uma correta indicação e plano de tratamento para atingir o objetivo final: um sorriso bonito.

O que eu faço para não usar aparelho novamente?

Após a remoção do aparelho, a pessoa entrará em uma fase chamada pelo ortodontista de alta controlada. “O paciente vai utilizar o aparelho de contenção ao longo do tempo determinado pelo ortodontista”. Esse período vai depender do grau de dificuldade do caso e da duração do antigo tratamento. Geralmente, as contenções inferiores, quando fixas, são mantidas por um período mínimo de três anos. Já no caso das contenções removíveis, devem ser utilizadas por 24 horas pelo período de um ano e depois seu uso pode ser reduzido para 12 horas.

O seu ortodontista pode te ajudar!

O especialista viabiliza, por meios de aparelhos de contenção fixo e móvel, a manutenção dos dentes em posições estéticas e funcionais satisfatórias. A partir do momento que a oclusão esteja estável e a musculatura também, teremos uma estabilidade do sistema mastigatório, isso ajuda a manter os dentes na mesma posição do final do tratamento. Mas lembre-se que a oclusão e os dentes vão sofrendo alterações com o passar do tempo, sendo assim é importante sempre um acompanhamento pelo ortodontista.

fonte: Sorrisologia – OralB

Author Info

Adriano Facholli

Cirurgião dentista, desde 1991; Especialista em Ortodontia, desde 2005; Especialista em Ortopedia Facial, desde 2005; Membro Titular da Associação Brasileira de Especialistas em Ortodontia e Ortopedia Facial; Diplomado pelo Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial; Invisalign Doctor - Especialista Credenciado Invisalign; Ex-professor do Curso de Especialização em Ortodontia e Ortopedia Facial.