Como aliviar o desconforto do bebê durante a fase de erupção dental?

A fase de erupção dos dentes decíduos inicia em média do 6º mês ao 15º mês de vida da criança, e esse momento é complicado tanto para os bebês, quanto para os pais, já que os pequenos ficam um pouco irritados nessa fase. Os sintomas associados ao surgimento da primeira dentição são assunto polêmico, já que cada criança apresenta um comportamento diferente.

A grande parte dos profissionais de saúde que tratam de crianças acredita que o nascimento dos dentes apresenta uma grande variedade de sintomas, sendo a maioria deles relacionados a desconfortos, principalmente na boca do pequeno. Lembrando que a febre alta ou qualquer outro sinal não deve ser tratado como indício de erupção dental, e deve-se realizar uma avaliação apropriada para descobrir outras possíveis causas.

Existem vários métodos, adereços e medicamentos para minimizar a coceirinha da gengiva do bebê, porém, todos eles são temporários. Acredito que a criança deve passar por esta fase da forma mais natural possível, por isso evito indicar medicamentos para essa fase, prescrevo para meus pacientes apenas quando são muito necessários.

Na rotina diária, o mais adequado é oferecer alimentos gelados e frios para a criança, e de consistência mais dura e firme, como por exemplo palitinhos de cenoura ou de outros legumes mais firmes. Mordedores também são muito utilizados nessa fase, existem no mercado algumas marcas que podem ser levados ao freezer ou a geladeira por alguns minutos, o geladinho dos alimentos e mordedores aliviam ainda mais a coceira. De preferência a mordedores mais macios e de qualidade para que não machuquem a gengiva do pequeno.

No consultório também podemos instruir a mãe a massagear o local com o dedo ou com uma dedeira de silicone, que é eficaz apenas para esse fim. Diferente do que muitas pessoas pensam, as dedeiras não são indicadas e não são eficazes para escovar os dentes do bebê, são apenas para massagear a gengiva e diminuir esse desconforto.

A respeito de medicamentos e pomadas, devemos avaliar cada caso em particular, para que se necessário façamos a prescrição dos mesmos.

fonte: blog Dental Cremer

Author Info

Adriano Facholli

Cirurgião dentista, desde 1991; Especialista em Ortodontia, desde 2005; Especialista em Ortopedia Facial, desde 2005; Membro Titular da Associação Brasileira de Especialistas em Ortodontia e Ortopedia Facial; Diplomado pelo Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial; Invisalign Doctor - Especialista Credenciado Invisalign; Ex-professor do Curso de Especialização em Ortodontia e Ortopedia Facial.